Problemas com Tamanho na Hora da gravação? Basta!

9 Jun

HJ-Split MenuCom o avanço tecnológico temos cada vez mais recursos a nossa disposição capazes de criarem novas realidades, submundos, atmosferas, generalizando um novo tipo de arte, contudo esta arte precisa de ser armazenada, e quem trata disso é nosso disco rígido, é verdade. Quando os computadores começaram a ser domésticos continham uma memória inferior a 6gigas, e hoje em dia andamos com pens com capacidade idêntica ou mesmo até maior no nosso bolso. Este acréscimo de memória dá-se também devido ao aumento significativo de recursos e ferramentas adicionadas nos softwares.

Por exemplo, o conhecido Photoshop, é um software impressionante quando se tratar de editar imagem, permite-nos ter um controlo quase absoluto sobre a imagem, com canetas de diferentes tipos, lápis, enfeites enfim uma serie de utilidades que iriam requerer um mini estúdio para armazenar tanto material e ainda sobrar espaço para ter uma área de trabalho. O facto é que estamos a falar de nova tecnologia que por sua vez também tem as suas exigências, como por exemplo, se queremos ter mais utilidades/ferramentas necessitamos de espaço, não é necessariamente físico mas é espaço, no caso magnético.

Ao fim ao cabo o problema do espaço retorna aos nossos dias sobre outra forma, remetendo-nos as questões:

– Onde armazenar tanta informação?

– Como tornar os meus dados portáteis?

Como solução temos os discos amovíveis mais conhecidos por pens, os cd’s, dvd,s entre muitos outros. Pens, Cd’s e Dvd’s acabam por ser os mais utilizados visto que já possuem um poder de armazenamento aceitável e por possuírem uma grande compatibilidade entre sistemas aumentando assim a portabilidade dos dados.

Com a resposta ao problema onde armazenar tanta informação e de como tornar os meus dados portáteis.

Propõe-se o enigma:

– Simulação de problema:

Tenho um ficheiro de 10Gigas, é apenas um ficheiro, como grava-lo em mais do que um DvD?

Certamente que pessoas mais entendidas consideram uma tarefa facílima, mas aqueles que não conhecem ficam, bem o que vai para aqui! Vou ser obrigado a comprar um disco rígido externo só por causa de um ficheiro destes, que roubalheira.

É verdade, ainda há muita gente que não sabe lidar bem com a gravação de ficheiros.

A equipa Blogtastico decidiu intervir dando uma dica que certamente lhe poderá vir a dar imenso jeito.

Hoje em dia já existem DvD’s de 8gigas no mercado, são os DvD’s DL (DVD DOUBLE LAYER) isto significa que possuem dupla camada permitindo o utilizador gravar o dobro dos dados, contudo ainda há muitos locais em que estes são mais caros que comprar dois DvD’s comuns pesando no bolso dos utilizadores, sem contar que necessitam de um gravador com a função double layer.

Mas o nosso ficheiro é de 10gigas lembra-se? Parece que ainda não encontramos a nossa solução.

Existe software capaz de comprimir/encurtar o tamanho dos nossos ficheiros.

Eis dois dos mais usados e conhecidos compressores:

7 Zip

e

Winrar

Ambos são muito bons, diferenciando-se apenas no seu custo e no numero de formatos que são capazes de ler, como por exemplo

O 7 Zip é gratuito e o Winrar não.

O 7 Zip não abre o formato rar e o winrar sim.

Entre outros.

Resumindo, compensa ter o winrar, mas se não poder comprar, o 7 Zip já faz um excelente trabalho.

O que estes programas fazem é diminuir o tamanho do ficheiro em questão, e conforme os ficheiros assim será a sua redução, que poderá variar entre apenas alguns megas ou mesmo chegar a uns valentes gigas, tudo depende de “n” factores analisados pelo programa.

Já vimos que existem diversos factores que poderão impedir a boa compressão dos ficheiros e que o ganho dessa compressão pode resultar em tempo perdido caso o montante não for suficiente.

Ok, mas agora isto ajuda-me a compactar os meus ficheiros! E agora, como dividi-los?

HJ-Split é o nome, é fácil de usar e cumpre a sua função, que é basicamente dividir ficheiros, a sua única desvantagem é que é necessário usar o programa para juntar os ficheiros novamente para que possa usa-los.

O software esta feito em inglês porque visa atender o maior numero de utilizadores possível, e sendo o inglês a língua mais falada no mundo natural que seja a escolhida.

O problema do inglês pode é facilmente resolvido porque possui um vocabulário muito pequeno, fácil de aprender portanto.

Maiores vantagens, é gratuito e portátil (isto é não precisa instalar para usar, é só abrir) e apenas ocupa menos de um megabyte, podendo andar consigo para qualquer lado numa pen.

Como usar HJ-Split?

Como já tinha dito anteriormente este software é portátil portanto a parte da instalação é para esquecer.

Seguindo abrir o programa onde ira ter a sua disposição o seguinte menu

Menu

Para ajuda-lo procedemos a tradução de cada opção encontrada.

Split – Dividir

Join – Juntar

Compare – Comparar

Checksum – Verificar sum

About – Sobre

Exit – Sair

Relativamente ao que vamos aprender hoje pode ignorar o compare, o checksum e o about.

A opção dividir serve para passarmos ao menu que nos permite escolher que ficheiro que desejamos dividir e onde queremos que este seja armazenado.

Split Menu

O menu dividir possui uma pequena indicação a inglês explicando precisamente o que vai aprender agora.

Para dividir um ficheiro devera clicar sobre ‘input file’ que significa introduzir ficheiro/seleccionar ficheiro, seguidamente devera clicar sobre ‘output’ que significa saída de ficheiros neste caso, é através desta botão que iremos poder seleccionar onde queremos armazenar o produto final.

Agora uma zona muito importante, ‘split file size’ o valor que seleccionar aqui designará o tamanho dos seus ficheiros.

Devera também ter atenção em mudar de Kbytes para Mbytes caso contrario ira dividir o seu ficheiro em partes muito pequenas criando um número de ficheiros elevados. Seleccionar Kbytes é uma boa opção no caso de querer dividir ficheiros de poucos megas.

Lembra-se que o nosso ficheiro de simulação possuía 10Gigas?

Se pretender gravar em DvD’s precisamos verificar o tamanho, por norma estes gravam 4700 Mbytes mas nos por segurança colocaremos 4650, isto previne que pequenos riscos na ponta do disco danifiquem os nossos ficheiros e que falhe a gravação.

O resultado será de 3 DvD’s onde 2 destes estarão cheios e o ultimo utilizará apenas 900 Mbytes sobrando espaço para o que quiser adicionar ou mesmo deixando assim estar.

Se pretender gravar em Cd’s, como estes por norma possuem 800 Mbytres seleccionaremos 750 Mbytes o que ira resultar em 14 cds dos quais 13 estarão cheios, e, um ocupará apenas 250 Mbytes.

Após seleccionado o valor que pretendemos que fique divido o nosso ficheiro basta pressionar Start que significa iniciar e esperar que surja uma mensagem de concluído com o botão ok para confirmar, caso queira desistir da operação basta clicar sobre close que significa fechar.

As teclas Start e Close são igualmente encontradas na secção Join, e contem exactamente o mesmo significado/função.

Join Menu

Nota: Para juntar os ficheiros necessita de conter todas as partes criadas pelo programa na mesma pasta, uma vês encontradas juntas no mesmo local seleccione através do input file (selecção do ficheiro que vai ser unido) o ficheiro com a terminação 001 pois este será o primeiro e o programa ira buscar os seguintes automaticamente.

Conter divisões de ficheiros diferentes na mesma pasta poderá causar algum erro, evite a mistura.

Exemplo: o 001 de um jogo com o 002 do vídeo, como o programa vai buscar automaticamente os restantes ficheiros poderá errar e juntar o jogo com o vídeo resultando num erro.

E mais uma vez é só esperar que a mensagem de concluído surja com a tecla ok

.

Dica: Este programa divide ficheiros executáveis, ou seja de formato .exe mas caso pretenda dividir uma grande pasta de diversos tipos de arquivos, use o 7 zip ou o winrar para compactar tudo num grande ficheiro e depois divida o ficheiro compactado, assim pode dividir qualquer arquivo que desejar.

Baixe já o HJ-SPlit ou o 7 Zip

HJ-Split 7 Zip

Tem sugestões, um artigo que gostaria de ver publicado no espaço Blogtastico?

Quer participar nesta equipa?

Contacte-nos, teremos todo gosto em ajuda-lo(a).

Deixe-nos o seu comentário!

Aproveite e se ainda não subscreveu ao nosso RSS FEED para o fazer, é gratuito e é um incentivo para nós.

Obrigado!

Uma resposta to “Problemas com Tamanho na Hora da gravação? Basta!”

  1. Fabio Junho 9, 2010 às 1:51 am #

    Gostei bastante do artigo Darcy!
    .-= Dasilva´s Ultimo blog ..Problemas com Tamanho na Hora da gravação? Basta! =-.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: